— Salutogênese —
 
 
 
DICAS DO FISIOTERAPEUTA
Os exercícios mais recomendados são os aeróbicos. Uma caminhada leve já melhora a condição respiratória, elimina toxinas e aumenta a circulação. Quando a pessoa tem pouco tempo, recomendo meia hora, de 3 a 4 vezes por semana. Quando a pessoa está com o corpo aquecido e já abriu seus poros, deve fazer exercícios em que esteja concentrada e integrada ao corpo. O alongamento é muito importante porque elimina outra toxina que é a tensão, e como ela é cumulativa, todo dia temos de drenar um pouco para não chegar ao limite, que gera doenças. O importante é estar em contato com o movimento, fundamental para o bom funcionamento do corpo. Se a pessoa faz uma movimentação lenta e consciente, em que percebe a musculatura e sua distensão, em que usa a respiração para melhorar a condição circulatória e ir-se desintoxicando completamente, se tem a possibilidade de andar de bicicleta, andar de patins ou dançar, ela mexe como uma energia mais explosiva, mais forte e exigente. O ideal seria que pudéssemos passar por cada um desses tipos de energia, que atuam de maneira complementar. Se fizermos exercícios três vezes por semana, teremos de mobilizar o corpo, dosando com alongamentos e exercícios aeróbicos.

Betty Gervitz é fisioterapeuta

DICAS DO MASSAGISTA
A massagem é importante em qualquer época do ano. No inverno, costumamos trabalhar sobre os tecidos, as roupas, como se fossem uma segunda pele, pois assim garantimos a proteção fundamental para manter o calor do corpo. Já a primavera é o momento da redescoberta do contato com a pele. Apesar da mudança de estação não ser tão evidente
 
em nosso país, nessa época ainda nos estamos preparando para o despir e para o conjunto de sensações que ficou protegido e guardado durante o inverno. Assim como toda a natureza, que caminha para o desabrochar nesse momento, procuramos despertar o corpo para sua abertura através da pele. Para isso utilizamos os óleos, especialmente de flores, como a bétula e a camomila. Por meio de seus perfumes também despertamos outro sentido, que é o olfato.
Além disso, são importantes os movimentos que informem à pessoa massageada uma unidade física. Quando atuamos sobre um membro, ele tem de ser trabalhado por inteiro. O corpo tem de ser tratado em unidades, para que as conexões dos membros com o tronco se estabeleçam. A técnica que eu utilizo, especialmente em crianças, é feita a partir da pele, sem atingir os tecidos mais profundos, e privilegia as torções de membros e movimentos circulares para costas, abdome e peito.

André Trindade é psicólogo e atua como terapeuta corporal e psicomotricista
 
     
   
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12