Como funciona a Medicina Antroposófica

Os medicamentos da Weleda foram concebidos para ajudar o seu corpo a ajudar a si próprio. Os princípios ativos que eles contêm vêm de plantas, minerais e metais, alguns dos quais processamos de acordo com métodos muito especiais.

O que exatamente é a medicina antroposófica?

A medicina antroposófica é uma medicina integrativa que se concentra nas necessidades holísticas do paciente. Ela se relaciona com duas escolas da medicina: de um lado, a medicina convencional científica com seus métodos e resultados, e de outro, o conhecimento científico e espiritual da antroposofia. As duas abordagens andam de mãos dadas. Afinal, os humanos não consistem apenas em um corpo, mas também em uma alma e uma personalidade individual. A cura, como a vemos, não envolve apenas lutar contra os sintomas, mas também apoiar o seu caminho individual e holístico para que você se torne saudável. Nossos medicamentos são projetados para fortalecer a capacidade do seu organismo de se curar.

Sustentável e ecológico

A medicina antroposófica visa ajudar as pessoas e o planeta. Tratamos a natureza com respeito, com princípios ecológicos no centro de nossos processos farmacêuticos. Nossa responsabilidade começa com as matérias-primas e continua com os pacientes. Levamos essa responsabilidade ainda mais longe, prestando atenção à biodegradabilidade de nossos produtos e como os materiais residuais podem ser descartados de forma adequada. Nossos medicamentos são fabricados com princípios ativos da natureza de maneira ecologicamente correta, economizando recursos e em cooperação respeitosa com nossos parceiros.

Você faz parte da natureza

A natureza tem poderosos poderes de cura. Você pode encontrar essa força não só nas plantas medicinais, mas também dentro de si mesmo. É aqui que entram os medicamentos da Weleda. Eles são projetados não apenas para eliminar os sintomas usando princípios naturais ativos, mas também para lembrar seu corpo de seus próprios poderes naturais de autocura e para ativá-los. A qualidade e eficácia dos medicamentos da Weleda não são apenas o resultado de nossas matérias-primas naturais e formulações especiais, mas também de nossos métodos de produção, alguns dos quais são processos únicos usados exclusivamente pela Weleda.

Plantas medicinais – recém-colhidas e processadas

Nós mesmos cultivamos muitas plantas medicinais, de acordo com os princípios da agricultura biodinâmica. Nossa produção de tintura está a apenas alguns passos do nosso jardim de ervas medicinais. Imediatamente após a colheita, as plantas frescas são levadas à instalação para processamento.
Da semente à planta, à colheita e ao processamento, ao processo farmacêutico: cada uma das muitas etapas individuais serve para transformar o poder desta planta em um remédio.”

Métodos de produção exclusivos

Desenvolvemos métodos de produção exclusivos para aproveitar os poderes da natureza.

Espelho de metal

A produção de espelhos de metal é um processo único que consome muito tempo e trabalho. Para produzir um espelho de ouro, por exemplo, uma pequena quantidade desse metal precioso é liquefeita e vaporizada pelo aumento constante do calor no vácuo. O espelho metálico resultante é depositado nas paredes de um frasco de vidro. Em seguida, ele é raspado e processado em etapas adicionais para diferentes medicamentos.

Processo de potencialização

Desenvolvemos nosso próprio processo de potencialização, baseado no método clássico de Hahnemann. Ele é feito em salas especiais que permitem um trabalho farmacêutico silencioso sem interrupções. As diluições são agitadas ritmicamente à mão por nossos especialistas especialmente treinados para produzir diferentes potências. Cada potência surge por meio da atividade de um ser humano. O trabalho de potencialização requer habilidade, concentração, calma interior e experiência. Ao contrário de muitos remédios homeopáticos clássicos, os medicamentos da Weleda geralmente são potencializados em apenas alguns estágios e, portanto, contêm concentrações analiticamente detectáveis de princípios ativos.

Metais vegetabilizados

Outro processo farmacêutico especial utilizado pela Weleda é a vegetabilização de metais. Nesse processo, uma preparação altamente diluída e solúvel é produzida a partir de um metal que ocorre naturalmente, como a prata sólida. Isso serve como uma espécie de fertilizante para o solo em que uma planta medicinal pode ser cultivada. Ele permite que a planta absorva o metal através de suas raízes, potencializando e dinamizando o metal. Na época da floração, a planta é colhida e compostada. Na primavera do ano seguinte, esse composto é usado para fertilizar um novo canteiro para a mesma espécie de planta. Este processo de potencialização é repetido mais uma vez e, em seguida, a planta da terceira geração é transformada em um medicamento. Ele não apenas contém os efeitos benéficos da planta, mas também as propriedades da prata dinamizada, por exemplo, que foi ativada ao longo de três anos como parte do processo de vida da planta.

Procedimento Rh

A abreviatura Rh, que aparece no nome de alguns medicamentos da Weleda, significa “ritmo”. Este processo Rh farmacêutico – praticado apenas pela Weleda – é usado para produzir preparações aquosas especiais (portanto, não alcoólicas) de plantas frescas. De manhã, o suco extraído das plantas é aquecido repetidamente a 37°C e misturado ritmicamente. Em seguida, à noite, ele é resfriado a 4°C e misturado ritmicamente novamente. A quantidade de luz a qual a preparação é exposta também muda de acordo com um certo ritmo. As preparações fermentadas resultantes não requerem conservantes adicionais. O processo Rh usado pela Weleda está atualmente sendo integrado na Farmacopeia Europeia (Ph. Eur.).